Notícias

  • VOCE SABE O QUE É DPOC?
    « Voltar · 10/JUN/2021

    Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica - Sigla DPOC

     

     

    COMPARTILHE:

     

    A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma doença comum, crônica, que antigamente era chamada de bronquite crônica e enfisema pulmonar.

    Sua principal causa é a inflamação e destruição dos brônquicos devido à exposição ao cigarro (em quase 80% dos casos), porém, outros fatores podem contribuir para o desenvolvimento da DPOC, tais como,, asma mal controlada, bronquiolites e infecções de repetição na infância, entre outros fatores.

    Estima-se que no mundo 400 milhões de pessoas sejam portadoras da doença e que a DPOC seja responsável por 3 milhões de mortes todos os anos (6% de todas as causas de óbito no mundo). No Brasil, a DPOC foi a quarta causa de internação no Sistema Único de Saúde (SUS) em 2018, mais de 110 mil pessoas foram internadas nos hospitais públicos do país, com um custo direto somente com as hospitalizações de mais de R$ 105 milhões. Além disso, a DPOC é responsável por aproximadamente 45.000 óbitos todos os anos no Brasil (terceira causa de morte).

    Os principais sintomas de DPOC são a falta de ar, a tosse crônica, com ou sem catarro e sensação de aperto no peito. Frequentemente o fumante tem esses sintomas, mas acha que é normal do cigarro e não procura um médico. Por isso, existe um sub diagnóstico da DPOC e em muitos casos, quando é feito o diagnóstico, a doença já está avançada.

    O diagnóstico da DPOC é feito pela confirmação da obstrução das vias aéreas (brônquios) através do exame que mede a capacidade pulmonar (espirometria). Esse exame de sopro, também vai avaliar o grau de redução da capacidade dos pulmões.

    Os objetivos do tratamento da DPOC são reduzir os sintomas, melhorar a tolerância às atividades físicas, melhorar a qualidade de vida, prevenir as crises,, a progressão da doença e reduzir a mortalidade. Para isso, é fundamental o tratamento do tabagismo, a prática de exercícios físicos regulares e a vacinação contra influenza e pneumococo, que frequentemente desencadeiam as crises.

    A base do tratamento medicamentoso da DPOC é o uso de um ou dois broncodilatadores inalatórios (bombinhas) isolados ou associados a um corticoide também inalatório. Esses medicamentos melhoram os sintomas, a qualidade de vida, aumentam a capacidade dos pulmões e reduzem as crises.

    Se você é fumante ou ex-fumante, consulte um pneumologista para uma avaliação e orientação.

    Jose Eduardo D. Cançado, MD, PhD

    Professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo

     

     

    Listar Todas as Notícias
Receba novidades
Alameda Iraé, 620 conj. 103 - Moema - São Paulo/SP - CEP: 04075-903 - Fones: (11) 5549-8199 | 3501-8854 | 0800 773 8199
2017 © ABRA - Associação Brasileira de Asmáticos - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por